Monthly Archives: Dezembro 2008

2008 em imagens

2008 em imagens

Anúncios
Com as etiquetas ,

Do Natal

Primeiro Natal repartido entre duas casas, as duas famílias de agora. Correu bem, como seria de esperar. O ambiente esteve tranquilo, a animação presente e,  não menos importante, a mesa esteve sempre posta, como manda a tradição. A festa das prendas é para os mais novos, mas nem os adultos deixam de se alegrar com uma boa surpresa. Entre umas, outras e outras, a casa ficou a contar com mais um elemento, o Hulk. Não joga no FC Porto, mas jeito para encantar não lhe falta.

Hulk

PS – Menphis, já não é segredo. Vemo-nos lá, claro!

Com as etiquetas

A todos que por aqui vão passando…

… votos de um Natal muito feliz!!

Com as etiquetas

Viver do mar

Viver do mar

Com as etiquetas , ,

Hotel Problemski

Como prometia. Cru e duro. Sem grandes floreados, assume-se mais como testemunho, como chamada de atenção. As notícias trazem-nos muito do mundo, todos os dias. A maior parte, ainda assim, fica por mostrar. Hotel Problemski desperta-nos para isso: enquanto umas torres caem e são notícia, contentores dão à costa de um qualquer país – à escolha das correntes – carregados de corpos pálidos e gelados e não há três linhas de jornal que o acontecimento possa ocupar. Gente que queria abraçar uma vida nova. A importância relativa das coisas choca. Talvez seja o trunfo deste livro de Verhulst, fazer-nos pensar nisso.

Com as etiquetas ,

Da vaidade

A vaidade é aquele fenómeno que faz com que as pessoas se sintam orgulhosas quando têm o aspecto de alguém que não são, sei tudo acerca disso, tive montes delas à frente da minha lente, no passado.

Hotel Problemski, Dimitri Verhulst
Com as etiquetas , ,

Sem a praia passo eu bem

Saudades de ti

Saudades de ti. Ainda que contigo todos os dias.

Com as etiquetas

Horse Feathers – Eyes Full of Rose

Words Are Dead A imagem à esquerda é a capa do álbum de 2006 dos Horse Feathers, Words Are Dead. Depois de o ouvir com alguma atenção – ainda não a que gostava – custa-me dizer que o grupo me passou ao lado até há bem pouco tempo. Não sei por que razões cheguei a eles, mas de certeza que foi numa dessas típicas deambulações de blogue em blogue, de link em link. Sei que, já este ano, lançaram House With no Home. No MySpace da banda de Portland podem ouvir-se alguns temas.

Aqui, ficará por uns dias Eyes Full of Rose, de Words Are Dead.

[Passada uma semana da data de publicação, é possível que o ficheiro áudio fique indisponível.]
Com as etiquetas , ,

Wook se lê

Há uns dias chegou-me a casa mais um livro, gentil oferta da Wook. Numa iniciativa em que se ofereciam milhares de livros, mal reparei que as ofertas estavam disponíveis, nem procurei muito: apontei ao primeiro livro sobre o qual já tinha dado uma vista de olhos. Hotel Problemski tem prefácio – digo que dispensável, porque já o li – de António Guterres e está entre as escolhas da UNESCO como obra representativa. Dimitri Verhulst, o autor, não foge à dura realidade que testemunhou aquando do seu internamento – intencional – num Centro de Acolhimento Belga e não procura o politicamente correcto.
Uma vez que as páginas finais do último romance de Faulkner se aproximam, não tardarei a dizer de minha justiça. De qualquer forma, a cavalo dado – apenas os portes foram pagos – não se olha o dente.

Com as etiquetas , , , ,

Bon Iver – Lump Sum [For Emma, Forever Ago]

Fazia aqui falta a música deste Justin que se deu a conhecer pelo nome de Bon Iver. Dois mil e oito – assim mesmo, por extenso – foi o ano dele, para mim. Blood Bank, o novo EP, deixa antever que um novo trabalho não tardará.

Com as etiquetas , , , ,

A tal esfera dos blogues

Para lá do blogue há sempre alguém que, a pouco e pouco, vamos descobrindo até termos a sensação de conhecer. Acontece mais depressa com uns, mais lentamente com outros; a identificação é maior com uns, menor com outros.
Há casos em que apetece falar de amizade.
(Depois vem a consciência intrometer-se, assim como esta linha de texto, dizendo “Nem se conhecem.”)
E nem assim desaparece a tal sensação.
Esta semana tivemos a visita de alguém que nos habituámos a ler.
Falámos de cinema, livros, música e, claro, blogues. Como já sabíamos que iria acontecer. Afinal de contas, já nos conhecíamos.
(Ou conhecer é apenas ter visto?)
Ficou prometido novo rendezvous, com mais tempo e jogatana pelo meio.

[Obrigado pela simpática e original prenda.]

Com as etiquetas

Ainda os futebóis

Por muito que queiram, nisto a culpa não pode ser do Bruno Alves.

Com as etiquetas ,

Futebóis

Os Gunners perderam no Dragão e FC Porto terminou a fase de grupos da Liga dos Campeões na primeira posição do Grupo H. O Arsénio perdeu mais: o jogo e o sorrisinho de Londres.

Com as etiquetas , ,

Ainda o tempo (falta de)

Dois dias de aluguer e duas multas depois, lá houve sangue. Daniel Day-Lewis e Paul Dano valeriam sempre o filme, fosse qual fosse a história. Brilhantes.

Com as etiquetas , ,

Ípsilon

Agora online. Não me estou a imaginar a deixar de comprar o Público à sexta, mas não deixa de ser agradável ter os conteúdos à distância de um click.

Com as etiquetas

Ho ho ho!

Anda aí o Natal. Já se sente. Já se ouve. Por aqui também: o banner assume as cores e formas da quadra que se vive – a árvore é mesmo a de casa, mas ainda sem o engenhoso acrescento que alguém, muito bem, lhe decidiu dar – e a música segue a tendência dos sininhos. Lamechas como qualquer outro tema de Natal, mas boa para desenjoar dos mais que batidos jingles. São os The Boy Least Likely To, com The First Snowflake.

Com as etiquetas , ,

Se o blogue está com menor actividade…

… é porque a vida não permite mais. Pelas melhores razões: entre família e amigos, jantares, filmes, exposições e concertos, o blogue, compreenda-se, tem que esperar. Terá sempre o seu tempo, mas agora até tem outro concorrente, para o pouco tempo livre que vai sobrando.

Com as etiquetas

A reter

Ao comprar a árvore de natal recomenda-se que se tenha em consideração o espaço disponível. Para o ano, talvez.

Com as etiquetas

Contagiante

Juan Muñoz

[Serralves]

Com as etiquetas ,
%d bloggers like this: