Uma longa viagem com António Lobo Antunes

António Lobo Antunes é um nome incontornável da literatura portuguesa. A sua extensa obra (iniciada em 1979 com Memória de Elefante, que conta com títulos como As Naus, Tratado das Paixões da Alma, O Manual dos Inquisidores e o mais recente Que Cavalos São Aqueles Que Fazem Sombra no Mar?) é já alvo de estudos e faz do autor um eterno candidato ao nobel. Só em 2005, quando as suas filhas resolvem compilar uma série de cartas enviadas à sua mulher por altura da guerra, D’este Viver Aqui Neste Papel Descripto, foi possível conhecer um pouco mais do escritor. Para além de livros como os acima referidos, teria que estar um escritor vivido. Foi essa vida que João Céu e Silva tentou dar a perceber aos leitores de Lobo Antunes. A infância, a família, o crescimento, o despertar para a escrita, os autores que o marcam, o processo criativo, a doença por que passou e meras opiniões. Começa como uma relação entrevistador-entrevistado e avança no sentido de uma conversa de amigos, mais aberta, mais despudorada, portanto. É, essencialmente, um livro que interessa a quem se interessa pelo autor.

[Um formato de leitura diferente, mais leve, para preparar a entrada num longo Submundo.]
Anúncios
Com as etiquetas ,

4 thoughts on “Uma longa viagem com António Lobo Antunes

  1. Menphis diz:

    Concordo contigo, é, basicamente, um livro para admiradores desse grande escritor, muito centrado em si próprio, mas vale a pena ler pela curiosidade de o conhecer melhor.

    Quanto ao Submundo, ao que parece também me vem parar às mãos brevemente 😉 mas primeiro tenho Coetzee e o novo do Pamuk para me dedicar.

    Gostar

    • Carriço diz:

      Esse novo Pamuk – de quem ainda não conheço nada, apesar de marcar presença nas prateleiras cá de casa – parece valer a pena. Tem um título brilhante, a sinopse aumenta o interesse e a crítica – que vale o que vale – tem-lhe sido positiva. Vou chegar a ele. Mais tarde, ou mais cedo. 🙂

      Abraço

      PS – e, claro, obrigado por esta viagem ao mundo de Lobo Antunes, que tanto aprecio. A mochila está quase pronta para o regresso à base. 😉

      Gostar

  2. Menphis diz:

    A mochila pode regressar…esse fica aí.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: