Monthly Archives: Dezembro 2010

2010 em imagens

[Mais coisa, menos coisa, foi isto.]
Anúncios
Com as etiquetas

Entre o respeito e a culpa

O respeito para com os mortos não existe quando somos culpados. Pelo menos o respeito imediato; a única coisa em que pensamos, por mais honestos que sejamos, é na nossa salvação.

João Tordo, As três vidas
Com as etiquetas ,

Natal ao som de Sufjan Stevens

É isto e desejar a todos umas festas muito felizes, com toda a família à mesa.

Com as etiquetas ,

Por estes dias, impõe-se falar de amor

Com as etiquetas ,

Diz que é uma espécie de saldos

Chegaram esta semana à caixa de correio, em estado quase perfeito. Menos de uma nota de vinte para os ter, portes incluídos. Sabe bem encontrar coisas destas. Agora, como sempre que me chega às mãos um livro há muito esperado, há uma certa urgência em lê-los – urgência tão mais breve quanto a próxima compra.

Com as etiquetas , , ,

A montanha mágica

Tenho que confessar que a escalada desta montanha de mais de oitocentas páginas foi penosa. Este título, que teve nesta edição a sua primeira tradução directa de alemão para português, aborda um sem fim de aspectos da condição humana e, por isso mesmo, pela amplitude que alcança, acaba por perder em ritmo, em empolgamento.
A história relata a passagem de Hans Castorp pelo sanatório de Berghof; uma passagem que se esperava breve e  que acaba por se estender por alguns anos. É nesse período, muito por força dos horários estipulados, dos tempos de descanso,  que o jovem engenheiro civil vai aproveitar para questionar o que até aí tomava como aquirido. O amor e a ira, a saúde e a doença, a vida e a morte. As conversas com o seu primo Joachim, com Settembrini (principalmente este) e Naptha serão filosóficas; ideologias e idiossincrasias serão muitas vezes tema de conversa. Só esporadicamente, com o aparecimento de Clawdia Chauchat e com o duelo marcado entre Settembrini e Naphta, por exemplo, é que os dias de Castorp em Berghof terão alguma agitação. A arrastada passagem do tempo e as rotinas do sanatório acabam por abrandar em demasia a leitura, dificultando-a.
Pela qualidade da escrita de Mann e pela abrangência desta obra, talvez considere regressar a estas páginas noutra altura, com outra disposição, na esperança de delas retirar uma melhor leitura. Talvez.

Com as etiquetas ,

14 actores em 14 cenas clássicas

Vale a pena espreitar. Cerca de um minuto em que se junta gente como Bardem, Michael Douglas, Matt Damon, Vincent Cassel e Natalie Portman a música de Owen Pallet.

Com as etiquetas

Elmano

Quando, depois do jogo do FC Porto frente ao Vitória de Setúbal, se ouve acusar Elmano Santos de ser cego, estamos perante uma tremenda injustiça. Vejo-me na obrigação de defender o juiz madeirense, uma vez que ficou mais que claro que Elmano até vê melhor que muita gente. Atente-se: vê um penalty que quase ninguém parece ter visto, vê uma falta que quase ninguém parece ter visto e dá amarelo a Fucile, vê um penalty num agarrão que quase ninguém parece ter visto acontecer no interior da área e ainda se dá ao luxo de ver que o dito agarrão foi feito por um jogador que quase ninguém parece ter visto agarrar e exibir-lhe o amarelo. Elmano vê que se farta. Só não prevê, seguramente.

Com as etiquetas ,

Da paternidade #8

Até às do meu filho, não me lembro de uma vacina que me tenha causado dor.

Com as etiquetas

Noah and The Whale – Wild thing

Não é o regresso às cassetes, mas sim um avanço para o álbum que se avizinha, Last night on earth.

Com as etiquetas ,

O mar à mesa em três passos

Com as etiquetas ,
%d bloggers like this: