Sem rumo

Considerado pela revista The New Yorker como um dos melhores escritores com menos de quarenta anos, Joshua Ferris tem em Então chegámos ao fim, finalista do National Book Award, o seu trabalho mais reconhecido.
Em Sem rumo (o original The Unnamed dificulta a tradução directa), Ferris conta a história de Tim, um advogado de sucesso que supera por duas vezes uma estranha doença: sem escolher hora ou lugar, o seu corpo impele-o a andar até à exaustão. O regresso desses episódios, que o levam a avançar pelo mais rigoroso Inverno de t-shirt ou a abandonar uma sala de tribunal perante o espanto de quem assiste, vem trazer dificuldades a um casamento até então sem qualquer motivo de preocupação. Também no trabalho se complicam as explicações para repetidas ausências e comportamentos invulgares. É nesta altura de conflitos interiores que tudo se põe à prova. Posta a nu a ideia base deste romance, resta dizer que é o que nele há de melhor. A escrita de Ferris é, em grande parte do livro, mais leve do que seria expectável e cai, a espaços, em exageros desnecessários. Numa ou noutra altura parece também uma escrita precipitada: espicaça o leitor com determinada passagem, desperta-lhe a curiosidade para o que se poderá seguir e depois fecha-a de forma abrupta, sem desenvolvimento ou conclusão. O último quarto do livro, onde o protagonista inicia um diálogo introspectivo (talvez fosse mais correcto chamar-lhe monólogo, ainda que Tim insista na independência da outra voz), acaba por minimizar a sensação de desilusão. É a partir daí que Tim força os seus limites e entra numa procura desenfreada, primeiro por si próprio, depois pela sua mulher e pelo que os uniu durante mais de vinte anos. Essas páginas finais, no entanto, não chegam para salvar um romance que tantas vezes parece sem rumo.

Anúncios
Com as etiquetas ,

One thought on “Sem rumo

  1. […] quem deve ser dada alguma atenção. Dessa lista, já tinha tido oportunidade de ler Joshua Ferris (Sem Rumo) e, confesso, fiquei desapontado. Philipp Meyer (Ferrugem Americana) é outro dos nomeados a quem […]

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: