O seminarista

José é o Especialista, um assassino contratado para «serviços específicos». Recebe as indicações do Despachante e executa o trabalho, sempre da mesma forma, com um tiro na cabeça. Antes de avançar em mais considerações, deixo um vídeo com o início do primeiro capítulo, lido pelo autor (este início corresponde à totalidade da primeira página da edição portuguesa da Sextante).

O protagonista desta história é, como exige o seu trabalho, um homem frio, calculista e desconfiado por natureza. É também, já não por exigência laboral, mulherengo, ávido leitor de poesia e adepto de citações em latim. Falta dizer que o Especialista já foi um improvável seminarista. Rubem Fonseca, que se considera um «cineasta frustrado», tem neste livro uma história que, não sendo um prodígio de originalidade, é bastante cinematográfica. A narrativa entretém e prende a atenção ao leitor, como a um policial se pede, ainda que se vista de romance. A escrita do autor brasileiro revela-se interessante, mesmo com a minha confessa dificuldade na leitura do português do Brasil. Assim, não podendo considerar este O seminarista mais do que uma leitura agradável, não excluo a hipótese de voltar à obra de Rubem Fonseca.

[A quem interessar, o primeiro capítulo está aqui disponível.]
Anúncios
Com as etiquetas ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: