A lógica da morte

Ivan Ilitch via que ia morrer e estava desesperado. No fundo da sua alma, estava bem certo de que ia morrer mas não só era incapaz de se afazer a essa ideia, não a compreendia sequer, era incapaz de a compreender.
Aquele exemplo de silogismo que aprendera no manual de lógica de Kieseweter: Caio é homem, os homens são mortais, logo Caio é mortal – aquele raciocínio parecia-lhe exacto quando se tratava de Caio, mas não quando se tratava da sua própria pessoa.

Lev Tolstói, A morte de Ivan Ilitch
Anúncios
Com as etiquetas ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: