O mundo ao contrário

Não sendo adepto dos desportos motorizados, não pude ficar indiferente aos recentes acontecimentos em torno de Paulo Gonçalves, piloto português a participar no Dakar. Numa etapa em que ajudou Cyril Despres a retirar a sua mota da lama e ficou a ver o francês abandoná-lo, a moral da história não podia ser melhor: penalização de seis horas para Paulo Gonçalves por, alegadamente, ter sido rebocado.
Eu sei que o Dakar já nem passa em Dakar, mas pensei que ainda era desporto.

Anúncios
Com as etiquetas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: