Da infância

Quando agora recordo aqueles anos, faço-o com uma nostalgia que provém do presente, não do passado. Não tive uma infância feliz nem infeliz. Considerada objectivamente, poderia dizer que algumas nuvens a ensombraram. Mas a infância não se vive objectivamente.

Eduardo Mendoza, Três vidas de santos

Anúncios
Com as etiquetas ,

One thought on “Da infância

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: