A maior flor do mundo

A maior flor do mundo A extensa obra de José Saramago também se debruçou, ainda que pontualmente, sobre os mais pequenos. A maior flor do mundo, livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura para o 4º ano, para leitura orientada na sala de aula, é um desses casos. O livro arranca de forma original, com Saramago a contar a história que gostava de escrever se soubesse escrever livros infantis. E lá a vai desvendando, com a simplicidade e a moralidade devidas a esta literatura. O protagonista da história é um menino que encontra, no cimo de uma colina, uma flor murcha. Decide cuidar dela e, para isso, faz um longo caminho até ao rio, enche as mãos de água e regressa à flor para sobre esta depositar a gota que sobrou desse percurso. Repete a tarefa vezes suficientes para salvar a flor. Revelar mais é roubar a magia que o livro tem. Nesta edição, as ilustrações são de João Caetano.
E é já fechado o livro que Saramago levanta outra questão, que citei em entrada anterior, mas que repito:

E se as histórias para crianças passassem a ser de leitura obrigatória para os adultos? Seriam eles capazes de aprender realmente o que há tanto tempo têm andado a ensinar?

A maior flor do mundo merece todas as leituras. As dos adultos e as das crianças.

Advertisements
Com as etiquetas , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: