A última noite e outras histórias

Todos os contos reunidos neste livro, com maiores ou menores méritos, evidenciam uma escrita muito competente. Não é por aí, portanto, que Salter deixa de convencer. Nestes contos, encontramos histórias mundanas e personagens bem exploradas, muito credíveis, muito reais – com maior evidência nas femininas, curiosamente. O conto que faz honras de título, A última noite, é dos mais inquietantes, pela temática, pelos contornos, mas perde algum fulgor por ser mais do que uma vez previsível. Pelo meio, há mais um ou outro que se destaca, mas o livro não resulta em mais do que agradável. O problema, neste caso, é mais uma questão de gosto pessoal. Conto pelos dedos das mãos os contos que me causaram espanto e, depois, há que levar em conta que, mesmo esses, tiveram sempre a companhia de um ou outro menos conseguido. A escrita de James Salter não merece sair beliscada desta experiência, mas voltemos aos romances.

Advertisements
Com as etiquetas ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: