Sobre o rio

Sobre o rio, pouco a dizer, tanto ele como o silêncio são d’ouro. Acima do rio, a ponte. Sobre a ponte, dizer que sempre foi férrea, a vontade do homem em atravessar, em unir o que está separado. Acima da ponte, vidas. Sobre as vidas, tanta literatura. Acima das vidas, o céu. Debaixo de um céu nublado aqui e ali, tudo se envolve e resolve.

Anúncios
Com as etiquetas ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Anúncios
%d bloggers like this: