Tag Archives: Música

#nuncamaiséversão

Ainda o Verão estava a alguma distância, iniciei uma brincadeira que consistia em ir partilhando, sem qualquer tipo de agenda, uma versão de uma música. Aconteceu no facebook e juntou abordagens muito variadas – das mais fiéis ao original às mais inventivas. O registo fazia-se com a hashtag #nuncamaiséversão e foi interrompido precisamente com o início do Verão. Ficou nas trinta e seis entradas, mas o feedback foi tão engraçado e surpreendente que me deixou com vontade de retomar a brincadeira lá por altura da próxima Primavera.
Enquanto tal não acontece, fica o resumo da primeira temporada:
.1 Chet Faker – I want someone badly (Jeff Buckley)
.2 Devendra Banhart – Don’t look back in anger (Oasis)
.3 Sampha – Nothing compares (Sinéad O’Connor)
.4 Lianne La Havas – Say a little prayer (Aretha Franklin)
.5 Daughter – Perth/Ready for the floor (Bon Iver/Hot Chip)
.6 Aloe Blacc – Billie Jean (Michael Jackson)
.7 Ben Harper – Purple Rain (Prince)
.8 Slow J – Menina estás à janela (Vitorino)
.9 Cat Power – Remember me (Otis Redding)
.10 Prince – Creep (Radiohead)
.11 Father John Misty – Heart shaped box (Nirvana)
.12 Lizbet Sempa – Seasons (Future Islands)
.13 Minta & The Brook Trout – Walk like an Egyptian (The Bangles)
.14 Antony and The Johnsons – Crazy in love (Beyoncé)
.15 James Vincent McMorrow – West coast (Lana Del Rey)
.16 Andrew Bird – Stand by me (Otis Redding)
.17 Birdy – Bird Gehrl (Antony and The Johnsons)
.18 Samuel Úria – Setembro (José Alberto Reis)
.19 Piers Faccini – Who by fire (Leonard Cohen)
.20 Nina Simone – Ne me quitte pas (Jacques Brel)
.21 Marcus Mumford & Justin Hayward – Like a Hurricane (Neil Young)
.22 Slow J – Não me mintas (Rui Veloso)
.23 Gregory Alan Isakov – The trapeze swinger (Iron & Wine)
.24 José González – This is how we walk on the moon (Arthur Russel)
.25 Idyl – Lost on you (LP)
.26 Glenn Hansard (Eddie Vedder/Jake Clemons) – Drive all night (Bruce Springsteen)
.27 The Staves & Justin Vernon – Jolene (Ray LaMontagne)
.28 Paolo Nutini – Don’t let me down (The Beatles)
.29 Johnny Cash – Rusty Cage (Soundgarden)
.30 M. Ward – Let’s dance (David Bowie)
.31 Ray LaMontagne – Crazy (Gnarls Barkley)
.32 Mac Demarco – It’s gonna be lonely (Prince)
.33 Devendra Banhart – Fistful of love (Antony and The Johnsons)
.34 St. Paul & The Broken Bones – I’ve been loving you too long (Otis Redding)
.35 Tiago Bettencourt – Canção de engate (António Variações)
.36 Willie Nelson – Summertime (Ella Fitzgerald)
Para o ano, queira a memória e a disponibilidade, terei este resumo para saber onde retomar o exercício. Novamente sem agenda definida e novamente até ao Verão.

Com as etiquetas ,

b fachada

Descoberta recente, pelas páginas do Ípsilon. Um cantautor de palavras tão mundanas quanto arredadas do habitual panorama musical. Músico da Merzbau, lançou agora um novo EP com o apoio da Flor Caveira, editora de artistas como Samuel Úria e Tiago Guillul. Viola Braguesa sucede a até toboso, b sings the Lusitanian Blues e mini CD. À excepção do agora editado, todos os trabalhos estão disponíveis para download a partir do MySpace de b fachada.

Agora que o tempo começa a fazer justiça à época do ano, sou eu quem troca as voltas, deixando por aqui A Primavera, de mini CD. Pelo menos durante estes três minutos e pouco os pássaros, homens e viúvas cantarão. Todos ao som da viola de b fachada.

[Passada uma semana da data de publicação, é possível que o ficheiro áudio fique indisponível.]
Com as etiquetas , , ,

Andrew Bird – Oh No

Outubro ainda vai no início, mas já há excelentes notícias musicais para o começo de dois mil e nove. De Antony and The Jonhnsons já tinha falado; chega a vez de falar de Andrew Bird, que tem previsto o lançamento de Noble Beast, sucessor de Armchair Apocrypha, para Janeiro. Para já, fica o single, Oh No. Para começar o ano a assobiar.
[Passada uma semana da data de publicação, é possível que o ficheiro áudio fique indisponível.]
Com as etiquetas , , ,

Antony and the Johnsons – Another World

O álbum que sucede a I Am a Bird Now chega no início do próximo ano. Entretanto, já durante este mês, sairá o EP com o título deste tema. Só há voz e piano; o vídeo veste a tranquilidade da música. Para quem espera ansiosamente por The Crying Light, saberia sempre a pouco.

[Mais uma música nova, The Great White Ocean, na animação Fallen Shadows da Prada, aqui.]

Com as etiquetas , , , ,

This is our fate, i’m yours

É comercial. É mainstream. Mas, pensando bem, haverá alguma coisa mais mainstream que o amor?

E é desta forma que deixo o blogue por mais uns tempos: um som de vibrações positivas, contagiante. Como se espera que a vida seja. Regresso em breve Regressamos em breve, porque a partir de amanhã o “eu” e o “tu” terão muito menos aplicações. Até já!!

Com as etiquetas ,
%d bloggers like this: